URGE CONVOCAR O VENTO, URGE ABANAR, PARA QUE CAIAM OS RAMOS SECOS. URGE FERTILIZAR, PARA QUE NOVOS RAMOS EMERJAM DISPOSTOS A FECUNDAR OS FRUTOS DE QUE SE ALIMENTAM A VIDA E O EGO DA NOSSA CIDADE DE ALMEIRIM.

Sexta-feira, 23 de Março de 2007
REGRAS SIMPLES DE BOA VIZINHANÇA
Não sei se existe algum manual de regras de boa vizinhança. Mas a existir, acho que deverá conter algumas muito simples que, sem qualquer presunção ou falsas moralidades aqui deixo à consideração dos meus estimados vizinhos, conterrâneos, compatriotas e de todos aqueles que comigo partilham o planeta em que habito.
Já nem pretendo dizer o quanto agradável seria os vizinhos conseguirem conviver entre si. Receberem-se mutuamente em casa uns dos outros, beberem um copo juntos de vez em quando sem olhar a posições sociais, a níveis culturais ou posições hierárquicas na sociedade.
 
Regra nº 1: Ao esvaziar a sua caixa do correio, não atire nunca as revistas e jornais para a rua que é de todos nós. Leve-os para casa para mais tarde os deixar no recipiente da reciclagem correspondente. Mas se não conseguir resistir à tentação de atirar a papelada para a rua, recomenda-se a colagem de um autocolante na caixa do correio daqueles que têm escrito: (publicidade aqui não)
 
Regra nº 2: Não atirar para a rua os restos de plantas arrancadas nem as folhas delas caídas.
 
Regra nº 3: Ao varrer à frente da sua porta deve apanhar o lixo e colocá-lo no seu devido lugar e nunca varrê-lo para a frente da porta do vizinho, nem permitir a “servo nem a serva” que o façam.
 
Regra nº 4: Quando precisar de bater os tapetes do seu carro, faça-o na sua parede ou na ombreira da sua porta e nunca na parede do vizinho e muito menos no portão deste.
 
Regra nº 5: Não sacudir tapetes ou lençóis, nem para cima da carola de ninguém, nem para os quintais dos vizinhos. Ter em conta que o vento ou a simples aragem transportam as imundices para as varandas e quintais da vizinhança.
 
Regra 6: Não atirar o maço de tabaco vazio para a rua. Se costuma fumar na varanda, leve consigo um cinzeiro e apague nele as beatas. Despeje-as depois no seu caixote do lixo. Se lhe custar muito cumprir esta regra e achar ainda assim que lhe apetece atirá-las para a rua, deixe-as cair na vertical para que fiquem em frente da sua casa e não da casa do vizinho. É que este pode nem ser fumador mas ser censurado por quem passa e observa toda aquela lixeira ali à sua porta.
 
Será isto complicado? Não o é de certeza, mas ainda que fosse, justificava-se um pequeno, ou mesmo um grande sacrifício em nome da estima dos vizinhos ou da simples cordialidade e bom viver ou não?.
 
filho adoptivo


publicado por João Chamiço às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

REGRAS SIMPLES DE BOA VIZ...

arquivos

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds